S.O.S Poeta Eucajus

 

Oi... Sou o poeta Eucajus! Um cidadão caxiense extraordinário, um sujeito fantástico, uma pessoa maravilhosamente criativa e incrivelmente humana. Resumindo, um artista que ultimamente vem alimentando a autoestima para controlar picos depressivos e sentimentos suicidas gerados pela impossibilidade momentânea de fazer o que ama... em respeito as pessoas que perderam a vida nessa Pandemia, abdico de narrar as mazelas sociais que estou vivendo...

No entanto, você pode me ajudar a enfrentar esse momento de caos financeiro causado pela Pandemia adquirindo um desses produtos:




KIT POESIA com 10 produtos criativos do poeta: 50 reais – VEJA AQUI



CAIXA LIVRETES : 60 reais – VEJA AQUI

LIVRETES – de 9,7 X 12 Cm com 40 páginas



LIVRO: Falei com Da Vinci / Experimento de leitura 

Formato de Ficção -15 X 21 Cm – 202 páginas. 50 reais - VEJA AQUI 




TODOS PRODUTOS: 150 Reais

(Valor para entrega em Caxias do Sul, Bento Gonçalves, Carlos Barbosa, Garibaldi, Farroupilha e Flores da Cunha)



Falei com Da Vinci... Não duvide, leia!

 


Não escolho meus leitores pela pele, mas pelo tom da pupila; brilhante, questionadora e inquieta. Deles quero perguntas, duvidas e angústias. Mas, também quero que aguentem o pior em mim e não duvidem da existência das diferenças e peçam perdão pelas injustiças. Não me interessa os bons de espírito nem os maus de hábitos. Gosto daqueles que mostram a língua como Einstein e são loucos para acreditar na lucidez de um personagem. Leitores de alma, de cara exposta, que fazem da realidade uma fonte de aprendizagem, mas lutam para que a fantasia não desapareça em meio a risos previsíveis ou choros piedosos. Não! Não quero leitores adultos e chatos. Quero leitores metade infância e metade velhice, para que não esqueçam o vento no rosto e o valor da paciência. Quero leitores que esqueçam o próprio nome, mas lembrem que ser normal é uma ilusão imbecil e estéril. Se você for assim… eu quero você!



Cyber das Letras - Saber das Letras!


 Uma matéria de jornal, cujo título é, “Tecnologia inova ofertas na Feira”, poderia muito bem estar se referindo a 66ª Feira do Livro de Porto Alegre, no entanto foi escrita em outubro de 2007, pelo jornalista Miguel Brambilla na saudosa Gazeta de Caxias.


A matéria falava do projeto que se tornou a sensação da 23ª Feira do Livro de Caxias do Sul, em 2008, o “Cyber das Letras”, idealizado e realizado pelo poeta Eucajus.





Patrocinado pelas empresas WEBCOM, UNOPAR e BITCOM, com apoio da Bilhares Monte Carlo, Rei da Música, Dental Card, Chocolates Flablélia, Josué Pompeo, Vicio Fatal,  Tem Gente Teatrando e Música & Cia.

 





“..., a ideia é realizar um encontro virtual de escritores de diversas partes do país, projetado num telão!” eufórico antecipava o poeta, após receber uma resposta positiva da BITCOM na parceira de evolução do projeto.

 

Patrono da Feira, Prof. e escritor Paulo Ribeiro

Coordenadora do PPEL, Luiza Motta

Colunista do Jornal Pioneiro João Pulita

Vereador Edson da Rosa


Jornalista Nivaldo Pereira


Maestro Fernando


Poeta Odegar Junior Petry

Mas, acredite... apesar do sucesso do “Cyber das Letras”, em 2008 alguns livreiros foram totalmente contra sua realização... Talvez o título da matéria da jornalista Vanessa Franzosi, no Jornal Pioneiro, explique os motivos... visto que estamos em 2020, e ainda tem pessoas pensando, que cultura deve ser feita para poucos e por poucos, devidamente licitados!